Post it

x

Modo Portátil: Cidadania em Ação na Antena 3

Deixamo-vos aqui a reportagem realizada por Bruno Martins da Antena 3, na Audição de Hip Hop no passado dia 25 de Novembro na Biblioteca Municipal de Marvila.

Dia 25 de Novembro foi assim!

Vê as fotos e conhece os artistas que participaram na grande Audição de Hip Hop do Modo Portátil: Cidadania em Ação na Biblioteca de Marvila!

Já sabes como vir à Audição
dia 25?

como chegar à Bilbioteca Municipal de Marvila

AUDIÇÕES
HIP HOP | RAP | BREAKDANCE | BEATBOX | GRAFFITI

Inscreve-te AQUI para participares na audição dia 25 de Novembro na Biblioteca de Marvila   Mais info: geral@sonsdalusofonia.com

Música e Democracia - Cantos de Lisboa

16.Set.2017 Centro Cultural de Belém Entrada Livre

Música e Democracia: Cantos de Lisboa

16 Set . 17h . CCB
ENTRADA LIVRE

Modo Portátil
Cidadania em Acção

AUDIÇÕES
Hip Hop | Música | Dança

Inscriçoes aqui

Modo Portátil
Cidadania em Acção

INSCRIÇÕES ABERTAS
Orquestra de Sopros e Percussão

Estágio | Construção de instrumentos | Workshops | Improvisação | World Music

Inscreve-te aqui

Tambor

Oferecemos um tambor para um dos músicos da orquestra de sopros e percussão que estamos a criar em Lisboa. Quem estiver interessado por favor envie email para geral@sonsdalusofonia.com

OPA - Oficina Portátil de Artes

OPEN CALL
Actuação ao vivo
Lisboa Mistura
inscrições até 2 Junho 2017

+ info

Participe na elaboração da Carta de Lisboa - Direitos e Responsabilidades

Participe na elaboração da Carta de Lisboa - Direitos e Responsabilidades

+ info

Rede Nacional de Promoção de Jazz

No passado dia 9 de Abril deu-se o primeiro passo para a criação da Rede Nacional de Promoção de Jazz, no âmbito da Festa do Jazz onde várias frentes do Jazz português se juntaram para constituir uma Comissão Instaladora.

+ info

Mapas

x

  Entidades

  Equipamentos

  Fazedores

  Outros

O programa pretende também mapear a cidade sem fronteiras, habitável e criativa. Com a vontade de criar uma rede de comunicação e de partilha de actividades socioculturais este mapeamento estará constantemente aberto à criação e ao aparecimento de eventos criativos, nas comunidades e inspirados por elas. Assim, no mesmo território poderemos encontrar agentes ligados a actividades artísticas (músicos, bailarinos, escolas de teatro, produtores musicais, etc.), a oficios (marceneiros, designers de moda, costureiras, etc.) a ações cívicas e de cidadania (ONG's, mediadores, etc.)

Eixo Ocidental
Alcântara e Ajuda, são zonas populares da cidade de Lisboa, ligadas à história portuária. O seu tecido social dinâmico, expresso em todos os seus bairros, é acompanhado ao longo da sua frente de rio por alguns dos espaços culturais mais privilegiados do país.

Eixo Central
São Domingos de Benfica e Benfica, embora contíguos, representam territórios diferenciados. O primeiro, mais próximo do centro da cidade, revelou-se dormitório enquanto o segundo; entre áreas mais centrais e o acesso à periferia, revela uma faceta mais popular.

Eixo Central Histórico
Há várias décadas que o Eixo da Avenida Almirante Reis, especialmente entre o Martim Moniz e a Alameda, é o espaço de concentração de diversidade da cidade de Lisboa. Pessoas de várias nacionalidades e culturas, concentram aí os seus afazeres, negócios, expressões culturais. Em anos mais recentes, a saturação do centro histórico da cidade, fez deslocar para esta área da cidade boa parte da sua movida.

Eixo Norte
É uma das áreas mais populosas da cidade, conciliando bairros dormitório que se ligam ao centro da cidade através do Campo Grande (Lumiar, Telheiras, Quinta do Lambert); com o espírito comunitário em diversidade da Alta de Lisboa.

Eixo Oriental
Correspondendo a Marvila, este eixo geográfico representa na sua grande maioria territórios de elevada densidade de construção; de tipologia social, cooperativa e de custos controlados. Esses espaços repercutem uma vida associativa e cultural intensa, de tradições que embora locais alcançam um grau global.

Em acção

x

O Modo Portátil - cidadania em Ação desenvolve de atividades criativas (sociais e comunitárias) e artísticas em diferentes territórios da cidade de Lisboa. Estas poderão ser ações de formação, apresentações artísticas (concertos, exposições, espetáculos) ou outras intervenções cívicas (debates, conversas, encontros, etc), em articulação com outras entidades/organizações/agentes implementados nesses territórios.

Modo Portátil: Cidadania em Ação na Antena 3

Deixamo-vos aqui a reportagem realizada por Bruno Martins da Antena 3, na Audição de dia 25 de Novembro na Biblioteca de Marvila.   Saibam mais sobre a iniciativa a partir do minuto 06:00.

Dia 25 de Novembro foi assim!

Vê as fotos e conhece os artistas que participaram na grande Audição de Hip Hop do Modo Portátil: Cidadania em Ação na Biblioteca Municipal de Marvila!

25 Novembro - Audição na Biblioteca Municipal Marvila

COLOCA-TE NO MAPA! GRANDE AUDIÇÃO DECICADA À CULTURA URBANA EM LISBOA | HIP HOP | RAP | BREAKDANCE | BEATBOX | GRAFFITTI | 25 NOVEMBRO 2017 LOCAL: BIBLIOTECA MUNICPAL DE MARVILA HORÁRIO: 15H – 19H

+ info

Já sabes como vir à Audição
no dia 25?

como chegar à Biblioteca Municipal de Marvila.

Modo Portátil na Rádio Lx Jovem a promover as Audições de dia 25

Toda a conversa pode ser ouvida em radilxjovem.caster.fm

+ info

16 Setembro
Centro Cultural de Belém, 17h

Música e Democracia - Cantos de Lisboa

TEASER
MÚSICA E DEMOCRACIA: CANTOS DE LISBOA

 16 Setembro
Centro Cultural de Belém, 17h
Entrada livre

FOTOS
MÚSICA E DEMOCRACIA: CANTOS DE LISBOA

16 Set | Centro Cultural de Belém
 

6 Setembro
Centro Cultural de Belém

Ensaio Geral para o evento "Música e Democracia: Cantos de Lisboa" Com a participação de:   Coro Nosso, Academia Lumiar 1º de Junho de 1893, Coro da Casa da Achada - Centro Mário Dionísio, Projeto Com Voz, Cante Alentejano da Junta De Freguesia Ajuda, AlCante Coral Alentejano e do Coro da Junta de Freguesia de Alcântara.

12 Julho
Centro Culural de Belém, 19h

2º Encontro Informal de Coros com: Coro da Casa da Achada, Projecto com Voz, Coro Nosso, Coro da Academia Música 1º de Junho 1893, Coro da Junta de Freguesia de Alcântara, Alcante, Cante Alentejano da Junta de Freguesia da Ajuda

7 Junho
Casa dos Direitos Sociais, 14h

Sessão de formação Programa SOMOS
Tema: Introdução à Cidadania Democrática

31 Maio
Casa dos Direitos Sociais, 14h

Sessão de formação Programa SOMOS
Tema: Dependências e Saúde

17 Maio
Biblioteca de Marvila, 11h30-13h00

Encontro Informal de Coros
Entrada Livre
Morada: Rua António Gedeão
Autocarro: 793 (saída junto à biblioteca, paragem Escola Marvila), 759 (saida Rua Dinah Silveira de Queiróz)
Comboio: Apeadeiro Marvila

17 Maio
Casa da Achada, 21h30

Ensaio com o Coro da Achada, dirigido pelo Maestro Pedro Boleo

15 Maio
Academia do Lumiar, 21h

Ensaios com o Banda Filarmónica 1º Julho de 1893 dirigido pelo Maestro João Raquel.

9 Maio
Academia do Lumiar, 21h

Ensaios com o Coro 1º Julho de 1893 dirigido pelo Maestro Alberto Oliveira.

4 Maio
Junta de Freguesia de Lumiar, 19h

Ensaios com o Coro Nosso dirigido pelo Maestro Alfredo Domingues.

4 Maio
Junta de Freguesia de Alcantara, 11h

Ensaios com o Coro da Junta de Freguesia de Alcantara dirigido pela Maestrina Olga Pachecko.

3 Maio
Centro Cultural Casapiano, 10h

Ensaios com o Coro Projecto com Voz, dirigido pelo Maestro Pedro D’Orey.

24 Abril
Marvila

Visita Guiada a Marvila, com António Brito Guterres. Os novos equipamentos, organizações locais de caracter comunitário, social e artístico, história e estórias do território.

5 AbrilLargo do Intendente, 12h

Apresentação do site modoportatil.pt. Com a presença do Vereador João Afonso (Pelouro dos Direitos Sociais), Carlos Martins (Sons da Lusofonia), André Teódosio, Jacinto Lucas Pires, Mayra Andrade, e vários parceiros do projecto. Actuação do grupo Ballet Afro Tuga.

Agentes

x

CARLOS MARTINS

Saxofonista e compositor, Carlos Martins trabalhou com Constança Capdeville, Álvaro Salazar, João Paulo Santos, colaborou com o escultor António Quina e os coreógrafos Rui Horta e Vera Mantero. Compôs para cinema, teatro e dança. Como músico de jazz fundou o Quinteto de Maria João, foi membro fundador do Sexteto de Jazz de Lisboa. Tocou regularmente com Carlos Barretto, Bernardo Sassetti, Mário Delgado e Alexandre Frazão. Entre os músicos estrangeiros, tocou, entre outros, com Ralph Peterson, Don Pullen, Cindy Blackman, Bill Goodwin. Participou na maioria dos festivais nacionais e alguns festivais internacionais. Dirige os seus próprios quarteto e quinteto. Editou 7 cds de música da sua autoria. Fundou e é presidente e director artístico da Associação Sons da Lusofonia, um projecto em que colaboram artistas de várias culturas para uma melhor cidadania. Como arranjador tem ensaiado o cruzamento do jazz com a música popular, trabalho de que o disco Sempre constitui um testemunho prioritário. Mais recentemente, tem explorado aquilo a que chama "as semelhanças harmónicas e melódicas entre o fado a morna e a modinha sob a influência do jazz e da música clássica". É desde 2002 o director artístico da Festa do Jazz do São Luiz, e director do Festival Lisboa Mistura, que começou em 2006. Estreou-se em 2007 como autor para televisão no Lisboa Mistura TV um projecto para a SIC-Notícias sobre a cidade de Lisboa. Foi também Director Artístico de vários projectos, dos quais se destacam "As Novas Marchas do São Luiz", 'Tambores na Cidade", “A Viagem do Fado – 25 Anos da UCCLA”, “Aqui quem manda sou eu” – Pavilhão do Conhecimento, a Gala Juntos na Diversidade e a Gala de Homenagem a Malangatana. 1708c.

MAYRA ANDRADE

A voz e essência inconfundível Mayra Andrade fizeram sentir-se cedo, desde Cuba, onde nasceu em 1985, com as raízes cabo-verdianas até França para onde foi morar apenas com 17 anos . Foi em Paris, no ano 2006, que a artista, gravou o seu primeiro CD Navega, e hoje conta com mais três albúns editados ( Stória Stória, 2009 ; Studio 105, 2010 e Lovely Difficult, 2013). Já fez sentir a sua presença por todo o mundo passando por palcos importantes como o Carnegie Hall, Le Casino de Paris, Royal Albert Hall, Barbican Center, Coliseu dos Recreios de Lisboa e do Porto, Centro Cultural de Belém, La Cigale, e é convidada regular dos festivais mais importantes como o Central Park Summer Stage, Printemps de Bourges, Womad Festivals, Jazz Baltica, Expo Universal de Pekin, Festival de Jazz de Montréal. São contextos muito diferentes, mas com aplausos unânimes” expresso, 2012. Hoje em dia a artista quadrilingue reside em Lisboa onde para além da música segue de perto e envolve-se com a sociedade e as suas problemáticas.

FERNANDO ALVIM

Conhecido e reconhecido humorista, locutor e apresentador de TV, Fernando Alvim iniciou a sua carreia na área da comunicação social ainda adolescente, na Rádio da Escola Secundária de Gondomar, tendo-se profissionalizado com apenas 17 ano na Rádio Press. Estreou-se aos 13 anos a fazer rádio: da Rádio Nova Era à Rádio Press, da Rádio Energia à TSF e Em 1998 foi convidado a colaborar com a Radio Comercial, passando depois para a Antena 3 onde até hoje se encontra. Apresenta há mais de dez anos o programa Prova Oral, na Antena 3. Dirige a Speaky.TV, a revista 365, o Festival Termómetro e o Festival Alternativo do Ano. Criou os Monstros do Ano, a Regata de Barquinhos a Remos e os Prémios Novos. Organizou ainda o encontro Portugal É Agora, em dezembro em 2013, no Pavilhão do Conhecimento. Mantém o blogue esperobemquenao.blogspot.pt. Tem ainda 7 livros, dos quais 4 são da editora que criou chamada Cego Surdo e Mudo.

JACINTO LUCAS PIRES

Foi cronista do diário A Capital e publicou nove livros pela editora Cotovia — Azul-Turquesa (ficção, 1998), Abre para Cá (contos, 2000), Livro Usado (viagem, 2001), Escrever, Falar (teatro, 2002), Do Sol (romance 2004), Perfeitos Milagres (romance, 2007), Assobiar em público (contos, 2008) e O verdadeiro ator (romance, 2011). Para o teatro escreveu Universos e Frigoríficos (1998, CCB/Actores Produtores Associados), Arranha Céus (1999, TNSJ/Teatro Bruto), Escrever Falar (2001, Maus Hábitos/.lilástico), Coimbra B (2003, Coimbra Capital da Cultura/.lilástico) e Octávio no Mundo (2006, PANOS/Culturgest). Mantém o blogue pessoal O que eu gosto de bombas de gasolina. Além disso frequentou a New York Film Academy, tendo realizado, com argumento seu, as curtas-metragens Cinemaamor (1999) e B.D. (2004). Na música escreveu letras e canta em Meio Disco, primeiro álbum da banda Os Quais.

JORGE PALMA

Nasceu em Lisboa, a 4 de Junho de 1950, e com apenas seis anos, ao mesmo tempo que aprendia a ler e a escrever, iniciou os seus estudos de piano e com 8 anos teve a sua primeira audição para o Conservatório Nacional onde mais tarde tirou um curso de pianista. Na época inicial da sua carreira viajou pela Europa, desde as ruas de Espanha aos metros de Paris e hoje em dia, conta com 19 albúns na sua discografia tendo sido lançado em 1975 o seu primeiro cd de originais. Passou por diversos grupos, actuou a solo e hoje em dia podemos vê-lo em grandes salas e festivais nacionais e internacionais e os seus discos continuam a ser redescobertos pelas novas gerações.

ANDRÉ E. TEODÓSIO

Frequentou o Conservatório Nacional de Música, a Escola Superior de Música e a Escola Superior de Teatro e Cinema. Fez várias formações na Gulbenkian, tendo assinado a encenação da ópera «Riders to The Sea» como prova final. É membro fundador do Teatro Praga, tendo também integrado a companhia de teatro Casa Conveniente, e colabora assiduamente com a companhia de teatro Cão Solteiro. Para além dos trabalhos desenvolvidos com o Teatro Praga encenou a solo os espectáculos "Três mulheres", de Sylvia Plath, "Diário de um louco", de Nikolai Gogol, "Super-Gorila" e "Supernova", co-criados com José Maria Vieira Mendes e André Godinho. Encenou as óperas "Metanoite", de João Madureira, "Outro Fim", de António Pinho Vargas, "Blue Monday", de George Gershwin e Gianni Schicchi, de Giacomo Puccini . Escreve regularmente para diversas publicações sendo autor do texto "Cenofobia" editado pela Fundação Culturgest e autor do ciclo Top Models que inclui "Susana Pomba (um mito urbano)" e "Paula Sá Nogueira (um bestiário)". É ainda co-autor do bailado «Perda Preciosa» na Companhia Nacional de Bailado recipiente do prémio Sociedade Portuguesa de Autores na categoria de melhor espectáculo de dança. Tem apresentado os seus trabalhos em inúmeros teatros portugueses e estrangeiros. As suas encenações abordam de forma recorrente a fusão de realidade e ilusão e o problema do poder. Foi nomeado pelo Jornal Expresso como um dos 100 portugueses mais influentes de 2012.

SELMA UAMUSSE

Cantora profissional desde 2000 a moçambicana Selma Uamusse é uma artistas que segue a sua trajetória pela música desde o gospel, blues, afrobeat até ao Jazz. Residente em Portugal desde 1988 decidiu desafiar-se a gravar o seu primeiro projecto a solo original entre Portugal e Moçambique juntamente com o produtor, compositor e multi-instrumentista David Neerman. Apresentou o projecto pela primeira vez no Festival Músicas do Mundo em Sines (2014), onde se fazem sentir as sua raízes africanas, que juntam instrumentos tradicionais como a timbila e mbira e as línguas nativas com influências eletrónicas e psicadélicas. Uma artista que através da sua música nos enche de energia e emoção que não nos deixam parar de dançar.

CLARA ANDERMATT

Clara Andermatt nasceu em Lisboa, no ano 1963, e desde cedo que se dedica à dança. Graduou-se no London Studio London Studio Centre e na Royal Academy of Dancing, Londres e nos anos seguintes integrou durante quatro anos a Companhia de Dança de Lisboa(Rui Horta) e de 89 a 91 fez parte da Companhia Metros (Ramón Oller). Desde 1991 que tem a sua própria companhia onde cria e produz diversas e numerosas obras que são distinguidas por prémios e são regularmente apresentadas em Portugal e no estrangeiro. Cria ainda para outras companhias, orienta aulas e workshops e coreografa filmes e peças de teatro.

CARLOS SEIXAS

Carlos Seixas dedicou-se à carreira de produtor e programador de eventos ao vivo nos anos oitenta e desde 1999 que é o director artístico e de produção do Festival Músicas do Mundo de Sines. De momento está envolvido com a “Gindungo Artist Development” que é uma associação de gestão e agenciamneto de artistas, e é regularmente convidado para fazer parte de workshops e para participar como membro de júris em diversos festivais e iniciativas ligadas à música. Em 2015 foi consagrado pela AporFest Personalidade do Ano.

ANGELO TORRES

Nascido em São Tomé e Princípe em 1969, o actor e director Ângelo Torres tem uma vasta carreira em que o seu sucesso o faz acompanhar. Formou-se em Engenharia Termodinâmica pelo Instituto Lazaro Cardinas em Cuba e mais tarde realizou o curso de Artes Performativas na Escola Profissional de Artes e Ofícios do Espectáculo – Chapitô que impulsionou o início da sua carreiras nas artes performativas. Estreou-se como actor de teatro em 1991, com a "Missão" de Heine Müller, encenação de Luís Miguel Cintra. A sua filmografia é muito extensa, tendo desenvolvido uma excelente carreira ao nível internacional.

Parceiros

x

Iniciativa

Associação Sons da Lusofonia
www.sonsdalusofonia.com/



Pelouro dos Direitos Sociais
www.lisboasolidaria.cm-lisboa.pt



Financiamento

Câmara Municipal de Lisboa
www.cm-lisboa.pt/pt



Pelouro dos Direitos Sociais
www.lisboasolidaria.cm-lisboa.pt



Parceiro Estratégico

AGA KHAN PORTUGAL
www.akdn.org/where-we-work/europe/portugal



Parceiros Media

RTP
www.rtp.pt



Arroios TV
www.jfarroios.pt/arroios-tv/



Outros Parceiros

Junta de Freguesia do Lumiar
www.jf-lumiar.pt



Coro Nosso
www.coronosso.pt



Associação Musical 1º Junho 1893
www.academialumiar.org



Escola de Dança Ana Kohler
www.edak.pt



Comunidade Hindu de Portugal
www.comunidadehindu.org



Centro de Convergência de Telheiras
www.vivertelheiras.pt/o-que-e-o-centro-de-convergencia-de-telheiras/



Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica
www.jf-sdomingosbenfica.pt



Coro Lauderate
www.corolaudate.pt



Coro Orfeão Sport Lisboa e Benfica
www.slbenfica.pt/clubeesad/clube/orfeão.aspx



Grupo Coral BPI Junta de Freguesia de Alcântara
www.jf-alcantara.pt



Alcante
www.facebook.com/coralcante/k.com/pages/Espaço-Lx-Jovem/1585908391655445



Grupo de Fados de Alcântara Coro de Alcântara Casa da Cultura da Ajuda
www.jf-ajuda.pt/casa-da-cultura-e-bem-estar/



Junta de Freguesia de Arroios
www.jfarroios.pt



GABIP - Almirante Reis
www.facebook.com/gabipalmirantereis/



Largo Residencias
www.largoresidencias.com



Sport Clube do Intendente
www.facebook.com/SportClubeIntendente/



Espaço LX Jovem
www.facebook.com/pages/Espaço-Lx-Jovem/1585908391655445



Cerci Lisboa
www.cercilisboa.org.pt



SCML - Centro Desenvolvimento Comunitário Bairro dos Lóios
www.scml.ipav.pt/pt-pt/centro-de-desenvolvimento-comunitrio-bairro-dos-lios



Casa da Achada - Centro Mário Dionísio
www.centromariodionisio.org/casa_da_achada.php



Projeto com voz
www.facebook.com/projetocomvoz/



L
IL
TIL
ÁTIL
TÁTIL
RTÁTIL
ORTÁTIL
PORTÁTIL